OPÇÕES

Início

Âmbito e objectivos

Linhas de acção

Eventos

 

 

 

ACÇÕES DE FORMAÇÃO REALIZADAS

 

1. Apresentação da base de dados e-psyche (Lisboa, ISPA, 21 de Outubro de 2002)

Formadores: John Kuranz (Presidente da e-psyche, LLC)

Resumo:

e-psyche é uma base de dados desenhada e desenvolvida para recuperar informação científica para profissionais, estudantes e público em geral, relacionada com psicologia e ciências do comportamento. Combina tecnologia web e publicações electrónicas com diversos links de recuperação.

Esta acção abordou os seguintes aspectos:

Sensibilização para uma nova tecnologia – base de dados e-psyche, sua utilização e suas potencialidades; documentação dos participantes com a demonstração da base de dados e-psyche sobre aspectos relacionados com as suas potencialidades como ferramenta no campo da psicologia (http://www.e-psyche.net)

 

2. Gestão de pessoal e qualidade dos serviços (Lisboa, ISPA, 16 de Julho de 2002)

Formadores: Professor Doutor Miguel Pina e Cunha

Resumo:

As organizações contemporâneas dos sectores público e privado atribuem uma importância crescente à qualidade dos serviços prestados. Analisar a especificidade do serviço e suas implicações para a gestão, tendo em linha de conta os seguintes objectivos:

significado da qualidade de serviço;

analisar as principais causas das percepções de falta de qualidade;

analisar o impacto da gestão dos recursos humanos na qualidade de serviço;

Aspectos debatidos:

A especificidade dos serviços; os determinantes da qualidade de serviço; os modelos de qualidade de serviço: porque falha o serviço?; qualidade de serviço e orientação para o mercado; qualidade de serviço e gestão de recursos humanos; na senda da excelência: análise de caso sobre a cultura de serviço.

 

3. Assertividade (Lisboa, ISPA, 17 de Dezembro de 2001)

Formadores: Professor Doutor Miguel Pina e Cunha

                   Dr.ª Ana Regina Marcelino

Resumo:

Conferência proferida pelo Professor Doutor Miguel Pina e Cunha.

A importância das disposições individuais no contexto de trabalho: aplicações e limitações.

Na acção de formação que se seguiu à conferência, foi feita uma breve introdução ao processo comunicacional, foram elencadas as atitudes comunicacionais facilitadoras da comunicação interpessoal, bem conmo os vários estilos comportamentais na comunicação, no sento de dar corpo à definição de assertividade como técnica de comunicação em que uma pessoa afirma o que realmente quer, sente e pensa, reconhecendo ao interlocutor o direito de fazer o mesmo.

 

4. Novas tecnologias: novos serviços, novos profissionais (Lisboa, ISPA, 18 e 19 de Dezembro de 2000)

Formadores: José António Cordon Garcia; Lícia Marques Vieira; Severiano Hernández Vicente; Jesús López Lucas

Resumo:

Esta acção teve como objectivos:

proporcionar o debate sobre o papel das novas tecnologias na gestão da informação, no apoio ao ensino e à investigação e sua repercussão nos Serviços de Documentação / Bibliotecas e nos profissionais da informação: a experiência da Universidade de Salamanca;

sensibilizar os participantes e dotá-los de conhecimentos teóricos e práticos sobre metodologias e linhas de investigação em documentação e biblioteconomia no âmbito das bibliotecas do ensino superior;

proporcionar aos formandos conhecimentos sobre a indústria das publicações periódicas, nomeadamente nos aspectos relacionados com as novas tendências nas áreas da edição, distribuição e acesso.

Aspectos debatidos:

A Biblioteca da Universidade de Salamanca: história recente, evolução dos sistemas de gestão das bibliotecas (SABINE, DOBIS, LIBERTAS, INNOPAC); a última geração de sistemas de gestão de bibliotecas; novos serviços de informação: utilização das novas tecnologias da informação (WEB, FTP, TELNET, WAP); portais documentais (objectivos, construção); serviços de reimpressão, acesso ao documento; gestão e organização dos recursos nas bibliotecas do séc. XXI; selecção de instrumentos de informação: novos produtos documentais; serviços de biblioteca e sua avaliação; consórcios abertos: publicações periódicas/licenças dos editores; demonstração de consulta de bases de dados de texto integral; visão actual do mundo editorial; novas formas de transmissão do conhecimento; desafios aos profissionais de bibliotecas na formação de investigadores.

 

5. Gestão de conflitos em contexto organizacional (Lisboa, ISPA, 7 de Julho de 2000)

Formadores: Professor Doutor Miguel Pina e Cunha

                   Dr.ª Ana Regina Marcelino

Resumo:

No dia 7 de Julho realizou-se no auditório do ISPA, em Lisboa, uma acção de formação sobre Gestão e Conflitos em Contexto Organizacional, com a participação de 45 pessoas.

Tratou-se de uma iniciativa da autoria do Grupo de Trabalho das Bibliotecas do Ensino Superior que, com o tratamento desta temática, visou sensibilizar os participantes na acção, dotá-los de conhecimentos teóricos e práticos sobre a mesma e transmitir informações sobre técnicas e estratégias de resolução de conflitos, com destaque para bibliotecas, arquivos e serviços de documentação e informação.

As sessões estiveram a cargo do Prof. Doutor Miguel Pina e Cunha, professor auxiliar da Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa e da Drª Ana Regina Marcelina, formadora e consultora independente nas áreas da qualidade e da negociação. A apresentação decorreu do seguinte modo: uma conferência subordinada ao tema "Da discussão nasce a luz: usos construtivos do conflito organizacional" e sessões versando as temáticas o conflito nas organizações, conflitos interpessoais, ultrapassando o conflito (referindo o conceito de diálogo, terceiras partes envolvidas e aspectos negociais), análise e discussão de casos.

Da análise das respostas aos questionários distribuídos para a avaliação da acção pôde concluir-se que a mesma, apesar de ter assumido uma abordagem de sensibilização ao tema em análise, foi uma iniciativa inovadora, a retomar em acções de formação futuras, de frequência limitada e norteadas pela discussão de casos práticos do ambiente profissional dos participantes. Foi considerada de grande qualidade pela generalidade dos presentes, tanto nas ideias apresentadas, como na metodologia escolhida para o fazer


© APBAD 2004  |  Actualizada em 13-09-2010